Mirin

Mirin – ou saquê culinário mirin –  é um condimento essencial da culinária japonesa. Mirin é usado para adicionar sabor e brilho ao peixe grelhado e também para reduzir o cheiro do peixe. Uma pequena quantidade é freqüentemente usada em substituição ao açúcar e ao molho de soja. Não deve ser usado em excesso, no entanto, pois seu sabor é bastante forte.

Às vezes o mirin é usado para acompanhar o sushi. Mirin também é um dos ingredientes do molho teriyaki.

Ao contrário do saquê, ele pode ser armazenado por vários anos, mas deve ser armazenado em local fresco, protegido da luz.

O que é o saquê culinário mirin?

Mirin é um tipo de vinho de arroz semelhante ao saquê, mas com menor teor de álcool e maior teor de açúcar. 

O açúcar do mirin é um carboidrato complexo que se forma naturalmente durante o processo de fermentação; nenhum açúcar é adicionado.

O teor de álcool é reduzido ainda mais quando o líquido é aquecido.

O vídeo abaixo mosttra parte do processo de produção do mirin no Japão.

Onde utilizar o mirin?

Rico em aminoácidos e açúcares sutis, o mirin dá aos pratos uma cor dourada com um “efeito de laca“, deixando os pratos brilhantes e apetitosos. Isso é bastante notável no teriyaki.

Mirin tem um aroma frutado e um sabor finamente doce.

O mirin é usado tanto em pratos grelhados quanto em pratos cozidos, assim como em molhos e caldos.

É também um ingrediente incorporado em molhos para salada e em alguns bolos japoneses.

Tipos de mirin

O mirin é geralmente classificado em três grandes categorias:

Hon mirin: o melhor, o verdadeiro e o mais caro. Tem o maior tempo de maturação e o maior grau de álcool.

Shin Mirin: o industrial, mais barato. É produzido muito mais rápido e contém um baixo teor de álcool.

Shio mirin: mirin misturado com sal (“shio” em japonês).

O que é aji-mirin?

mirin
Aji-mirin é um tempero com gosto de mirin, mas produzido sinteticamente

Quando traduzidos para o português, hon mirin significa “verdadeiro mirin” enquanto aji mirin siginifica “tem gosto de mirin”.

Aji-mirin, como seu nome indica, tem gosto de mirin, mas não é. É uma forma sintética produzida comercialmente de mirin, que é muito popular.

Algumas pessoas acham que o gosto de aji-mirin se assemelha ao gosto de xarope de milho, mas ainda assim é um tempero que funciona bem em várias receitas.

Os ingredientes do aji-mirin da Kikkoman são: xarope de glicose, água, álcool, arroz, xarope de milho e sal. Os aji-mirins produzidos no Brasil também têm ingredientes semelhantes, mas são normalmente vendidos como mirin, sem uma identificação clara de ser um produto artificial. Sugerimos sempre checar a lista de ingredientes do mirin.

ingredientes do aji-mirin
Ingredientes do aji-mirin da Kikkoman

Receita de Mirin Caseiro | Substituto para Mirin

Apesar de não ser exatamente a mesma coisa, é possível substituir o mirin por sake e açúcar ou, caso não queira adicionar álcool, simplesmente substitua por água e açúcar.

Utilize a proporção de 3:1, ou seja, 3 partes de sake (ou água) pra cada parte de açúcar.

Não substitua o mirin por vinagre de arroz. O vinagre de arroz, ou vinagre de vinho de arroz, tem forte acidez e sabor azedo. Saquê, mirin e vinagre de arroz são todos feitos com arroz fermentando, mas o sabor do vinagre é bastante diferente do sabor dos outros dois produtos.

Mirin

Mirin Caseiro | Substituto para Mirin

Caso não tenha mirin, esta combinação substitue o mirin para a maioria das receitas. Utilize este substituto do mirin para preparar, por exemplo, o molho ponzu
Tempo Total 5 mins
RefeiçãoTempero
CozinhaJaponesa
Serve 4 colheres de sopa

Equipamento

  • Tigela pequena

Ingredientes
  

MIRIN CASEIRO FEITO COM SAKE / SAQUÊ

  • 3 colheres de sopa de sake / saquê
  • 1 colher de sopa de açúcar

MIRIN CASEIRO FEITO COM AÇÚCAR

  • 3 colheres de sopa de água
  • 1 colher de sopa de açúcar

Instruções de Preparo
 

  • Mirin com saquê: misture o açúcar ao saquê, até dissolvê-lo
  • Mirin com água: misture o açúcar à água, até dissolvê-lo

Notes

Não substitua o mirin por vinagre de arroz. O vinagre de arroz, ou vinagre de vinho de arroz, tem forte acidez e sabor azedo. Saquê, mirin e vinagre de arroz são todos feitos com arroz fermentando, mas o sabor do vinagre é bastante diferente do sabor dos outros dois produtos.